Polícia Federal inaugura centro contra ataques cibernéticos

Polícia Federal inaugura centro contra ataques cibernéticosA Polícia Federal inaugurou na manhã desta segunda-feira (4), em Brasília, o Centro de Monitoramento do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos.

Segundo o diretor do centro, delegado Carlos Eduardo Sobral, a ideia é que a PF possa acompanhar suspeitos, identificar os ataques às redes do governo e prevenir maiores danos.

A PF informou que o órgão será usado para prevenção e investigação a ataques cibernéticos contra sistemas de informação e infraestruturas críticas do governo federal. As 320 redes do informação governo atualmente recebem mais de 2 mil ataques por hora. Em junho de 2011, hackers atacaram e tiraram do ar sites de ministérios e da Presidência.

Pelo menos 250 hackers já foram identificados e estão sendo monitorados pela central. O centro funcionará em regime de plantão de 24 por dia, diariamente, durante a Conferência Rio + 20, a Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016. “O ataque é feito de forma combinada e articulada. Vamos acompanhar estas pessoas e antes dele acontecer, ou durante, identificar e investigar”, diz o delegado Sobral.

A PF prepara também instalação de grupos táticos especializados em investigação de crimes cibernéticos nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo e o desenvolvimento de sistemas inteligentes de coleta e tratamento de dados. 

Fonte: globo.com