Servidor com 25 GPUs decifra qualquer senha de Windows em até seis horas

Servidor com 25 GPUs decifra qualquer senha de Windows em até seis horasUm módulo de decriptação composto por 25 placas vídeo AMD Radeon interconectadas é capaz de quebrar senhas rapidamente. O aparelho, com programas gratuitos para descobrimento de códigos de segurança, geridos por uma distribuição Linux, gera 350 bilhões de resultados por segundo.

Tomando como base o uso de senhas de oito dígitos utilizadas por marcas e serviços, qualquer sequência pode ser descoberta em até 5:30h (ou, claro, em até menos tempo). Nesse intervalo este módulo checará 6,6 quadrilhões de combinações possíveis, inclusive as que possuem números, símbolos e letras em caixa alta ou baixa.

Elevando-se o número de dígitos, há um acréscimo considerável no tempo de pesquisa de senhas por parte do servidor. Com mais um algarismo, o período estimado para os cálculos passaria a 500 horas de trabalho. Já com dez dígitos, seria necessário pouco mais de 5 anos para o teste de todas as combinações.

Apesar de esta ferramenta de cracking transformar um algoritmo de criptografia NTLM da Microsoft em poeira em pouco tempo, ela não é restrita a esse ambiente, podendo encarar mais 44 tipos de algoritmos com alta velocidade de resultados. Por exemplo, em uma investida contra o SHA1, ela gera 63 bilhões de combinações por minuto e 180 bilhões por segundo contra MD5. Existem sistemas menos vulneráveis, como o SHA512, contra o qual a quantidade de senhas testadas é de somente 364 mil resultados por segundo.

Fonte: Neowin