Lançado o Debian 7.0

Lançado o Debian 7.0 Após muitos meses de constante desenvolvimento, o projeto Debian tem o prazer de apresentar sua nova versão estável 7.0 (codinome “Wheezy”). Esta nova versão do Debian inclui vários recursos interessantes tais como suporte à multiarquitetura, várias ferramentas específicas para implantar nuvens privadas, um instalador melhorado, e um conjunto completo de codecs de multimídia e front-ends que eliminam a necessidade de repositórios de terceiros.

O suporte à multiarquitetura, um dos principais objetivos de lançamento do “Wheezy”, permitirá aos usuários do Debian instalarem pacotes de múltiplas arquiteturas na mesma máquina. Isso significa que você agora pode, pela primeira vez, instalar tanto programas de 32 quanto 64 bits na mesma máquina e ter todas as dependências relevantes corretamente resolvidas, automaticamente.

O processo de instalação foi bastante melhorado: o Debian agora pode ser instalado usando software de voz, sobretudo, por pessoas com deficiência visual que não usam dispositivos Braille. Graças aos esforços combinados de um número enorme de tradutores, o sistema de instalação está disponível em 73 idiomas, e mais de uma dúzia deles também está disponível para síntese de voz. Além disso, pela primeira vez, o Debian suporta instalação e inicialização usando UEFI para novos PCs de 64 bits (amd64), embora não haja suporte para “Secure Boot” ainda.

Esta versão inclui inúmeros pacotes de software atualizados, tais como:

  • Apache 2.2.22 Asterisk 1.8.13.1
  • GIMP 2.8.2
  • uma versão atualizada do ambiente de área de trabalho GNOME 3.4
  • Coleção de Compiladores GNU 4.7.2
  • Icedove 10 (uma versão sem marca do Mozilla Thunderbird)
  • Iceweasel 10 (uma versão sem marca do Mozilla Firefox)
  • Espaços de trabalho KDE Plasma e Aplicativos do KDE 4.8.4
  • kernel kFreeBSD 8.3 e 9.0
  • LibreOffice 3.5.4
  • Linux 3.2
  • MySQL 5.5.30
  • Nagios 3.4.1
  • OpenJDK 6b27 e 7u3
  • Perl 5.14.2
  • PHP 5.4.4
  • PostgreSQL 9.1
  • Python 2.7.3 e 3.2.3
  • Samba 3.6.6
  • Tomcat 6.0.35 e 7.0.28
  • Xen Hypervisor 4.1.4
  • o ambiente de área de trabalho Xfce 4.8
  • X.Org 7.7
  • mais de 36.000 outros pacotes de software prontos para uso, construídos a partir de cerca de 17.500 pacotes fonte.

Com essa ampla seleção de pacotes, o Debian mais uma vez permanece fiel ao seu objetivo de ser o sistema operacional universal. É adequado para muitos casos diferentes de uso: de sistemas desktop a netbooks; de servidores de desenvolvimento a sistemas de cluster; e para servidores de banco de dados, web ou de armazenamento. Ao mesmo tempo, esforços adicionais para garantia de qualidade como testes de instalação automática e atualização para todos os pacotes nos repositórios Debian garantem que o “Wheezy” satisfaz as altas expectativas que os usuários têm de uma versão estável do Debian. Ele é sólido como uma rocha e rigorosamente testado.

Você pode instalar o Debian em computadores que vão desde sistemas portáteis até supercomputadores, e em quase tudo entres eles. Um total de nove arquiteturas são suportadas: PC de 32 bis / Intel IA-32 (i386), PC de 64 bits / Intel EM64T / x86-64 (amd64), Motorola/IBM PowerPC (powerpc), Sun/Oracle SPARC (sparc), MIPS (mips (big-endian) e mipsel (little-endian)), Intel Itanium (ia64), IBM S/390 (31 bits s390 e 64 bits s390x), e ARM EABI (armel para hardware mais antigo e armhf para hardware mais novo usando unidade de ponto flutuante).

Quer experimentá-lo?

Se você quiser simplesmente experimentá-lo sem ter que instalá-lo, você pode usar uma imagem especial, conhecida como imagem live, disponível para CDs, dispositivos USB e montagens via netboot. Inicialmente, essas imagens estão disponíveis apenas para as arquiteturas amd64 e i386. Também é possível usar essas imagens live para instalar o Debian. Mais informações estão disponíveis a partir da página inicial do Debian Live.

Fonte: Debian.org