cibcrim

cibcrimNem a crise financeira que assusta todo o bloco europeu e, por consequência, boa parte do mundo, causa tanto temor nos bancos ingleses quanto a possibilidade de serem atacados por criminosos virtuais.

Nesta quarta-feira, 12, um oficial do Bank of England (BoE) declarou que a preocupação com o cibercrime colocou a crise de lado, posição reforçada pela onda de ataques ocorridos em ambientes digitais ao redor do mundo.

Pelos últimos seis meses, Andrew Haldane, que dirige a área de estabilidade do BoE, se encontrou com líderes de cinco dos principais bancos da Grã-Bretanha e para quatro deles o cibercrime é visto como principal ameaça.

“Você pode ver por que o setor financeiro seria um alvo particularmente bom para alguém que queira causar estragos por vias cibernéticas”, disse ele, conforme relata a Reuters.

Fonte: www.olhardigital.uol.com.br