Novo vírus rouba dados e exige pagamento

Novo vírus rouba dados e exige pagamentoO vírus Crypto Locker está se espalhando por computadores de todo o mundo e é considerado um dos mais perigosos para o Windows. O vírus também é conhecido “vírus do resgate”. Ele rouba dados e deixa os arquivos reféns até o pagamento de um valor. Todos os tipos de empresas têm sido afetadas.

Fique atento! O Crypto Locker se espalha por meio de e-mails de remetentes tais como bancos, correios, empresas famosas ou instituições de ensino. Como é de se esperar, os e-mails não pertencem a essas instituições e ao clicar no link o computador é infectado, então o vírus bloqueia todos os arquivos até que o resgate seja pago.

Os vírus de resgate fazem com que os arquivos do seu computador fiquem inacessíveis (criptografados por exemplo) e quando isso acontece você tem duas opções: recuperá-los caso tenha feito um backup recentemente ou pagar o resgate. O problema é que, muitas vezes, os crackers iniciam uma série de chantagens e cobranças. Caso se recuse a pagar, o usuário ou empresário perde todos os dados sequestrados.

Se você quer proteger seus arquivos no mínimo, faça backups regulares e o mais importante: não baixe tudo o que você encontrar. Preste atenção em arquivos com terminação .exe, por exemplo, e que se propõem a ser arquivos de músicas ou fotos. Leia os links antes de clicar e verifique se as páginas abertas não são falsas, páginas que são semelhantes as reais de alguns sites podem ser criadas para roubar senhas.

Esse vírus é enviado como imagens JPEG, PDF ou como arquivos do Microsoft Office. Depois de contaminado, você terá cerca de 100 horas para pagar a taxa, que varia de US$100 a US$700, para obter os arquivos descriptografados.

Fonte: Anonymous Brasil