titulo

titulo

A Inteligência Americana está expandindo a Vigilância em Rede Social com novas tecnologias, que incluem inteligência artificial para mineração de dados. Os comentários de redes sociais, sobre governo, política, polícia, crime, etc., como Twitter e Facebook, além de imagens como Instagram, publicados por cada usuário são convertidos em scores que o classificam como uma ameaça, que pode ter diversos tipos de ações.

O que antes se assemelhava a filmes de ficção científica, hoje é realidade. Tudo e todos, são monitorados, catalogados, classificados, agrupados e por fim, detalhados. O site washingtonpost.com, securityaffairs.co, theblaze.com, theintercept.com e revealnews.org revelam como é o estado de vigilância, e como as tecnologias, como as redes sociais, criaram uma cultura de exposição e de divisão social. Segregados a favor ou contra, por meio de uma sistemática avaliação pessoal em função dos comentários, opiniões, compras, lugares, amigos, entre nesse mundo, que a vigilância está ao seu lado, em todo lugar, como no Big Brother.

O seu celular, da moda, é realizado em outro país, para que você use no seu. E, por isso, suas conversas podem ser todas hackeados, suas comunicações interceptadas, e todos os seus detalhes revelados. Por isso a sua câmera pode te filmar no seu notebook, e por isso que cada dispositivo tecnológico é um potencial mecanismo de espionagem. As notícias a seguir mostram o lado oculto da tecnologia, que não atende ao propósito da felicidade ou da propaganda que é vendida, mas uma outra natureza.

Os eventos do 11/9 trouxeram grandes perdas e grandes transformações. No meio, encontra-se: Você! Pelo uso da internet como meio de comunicação global, por grande parte de pessoas em todo mundo, a busca por criminosos no mundo cibernético pode transformar você em um. Junte-se a nós e descubra a verdade.

O site theblaze.com relata: “O Governo está assistindo você. Eles vêem cada movimento seu – O que você lê, quanto você gasta, aonde você vai, com quem você interage, quando você acorda pela manhã, o que você vê na televisão e o que você lê na internet. Cada movimento que você faz está sendo monitorado, especificado, destrinchado e tabulado de forma a formar uma figura de quem você é, o que o motiva, e como melhor controlá-lo quando e se for necessário, para botá-lo na linha.

Simplesmente ao gostar ou compartilhar esse artigo no Facebook, ou repassá-lo no Twitter, você está se auto marcando como um potencial renegado, revolucionário ou extremista anti governo, também chamado de terrorista. As chances são, como reporta o Washington Post, que você já foi assinalado pela Codificação de Cor de Score de Ameaça, então a polícia é avisada antecipadamente sobre a sua potencial inclinação para ser um causador de problemas dependendo se você teve uma carreira militar, postou um comentário que possa ser percebido como ameaçador no Facebook, sofreu de alguma condição clínica particular ou conhece alguém que conhece alguém que possa ter cometido um crime. Em outras palavras, você pode já ter sido classificado como potencialmente anti governista em um banco de dados governamental em algum lugar”.

“Softwares de robôs que podem agarrar objetos delicados, algoritmos de computador desenvolvidos para avistar uma “ameaça interna”, e inteligência artificial que irá peneirar através de grandes quantidades de dados – essas são algumas das tecnologias sendo perseguidas por companhias com o investimento da In-Q-Tel, a firma de capital
aberto da CIA, de acordo com um documento obtido pelo The Intercept.

Embora entre as 38 companhias anteriormente não divulgadas recebendo fundos da In-Q-Tel, o foco da pesquisa que se sobressai é a mineração de redes socais e vigilância. O portfólio do documento lista diversas companhias de tecnologia buscando desenvolvimentos nessa área, incluindo Dataminr, Geofeedia, PATHAR e TransVoyant.

Dataminr diretamente acessa um stream de dados do Twitter para visualizar e rapidamente encontrar negócios, em favor das autoridades e de fundos de investimentos, entre outros clientes. O Geofeedia se especializa em coletar mensagens de redes socias geo identificadas, de plataformas como Twitter e Instagram, para monitorar os eventos das últimas notícias em tempo real. A companhia, que conta com dezenas de autoridades como clientes mostra sua habilidade de rastrear ativistas de protestos em nome do interesse corporativo ou de departamentos de polícia.

O produto PATHAR, Dunami, é usado pelo FBI para “minar o Twitter, Facebook, Instagram e outras redes sociais para determinar redes de associação, centros de influência e potenciais sinais de radicalização”. Os defensores da privacidade expressaram receio sobre esse tipo de julgamento automatizado. “Quando você tem companhias privadas decidindo qual algoritmo você obtêm o tal score, ou faz uma pessoa de interesse, abre obviamente espaço para mirar pessoas baseado em seus pontos de vista ou mesmo injustamente mirando pessoas baseada na raça ou na religião”, disse Lee Rowland, um advogado sênior da American Civil Liberties Union, relata o The intercept.

A notícia expressa grande consternação não apenas em relação as liberdades civis, mas também, ao sigilo dos negócios, em mercados competitivos, assim como em relação a confiança entre nações, caso estas venham a ser violadas, por meio de espionagem.

fonte:

http://securityaffairs.co/wordpress/46467/social-networks/cia-social-media-surveillance.html

http://securityaffairs.co/wordpress/42204/intelligence/nsa-continued-mass-surveillence.html

http://securityaffairs.co/wordpress/46144/laws-and-regulations/cia-dna-extraction.html

https://www.revealnews.org/blog/facebook-reactions-are-a-gift-to-advertisers-and-law-enforcement-alike/

http://federalnewsradio.com/digital-government/2015/10/cia-hits-accelerator-pedal-digital-innovation/

https://www.youtube.com/watch?v=L4FiVuUckJc

http://www.wired.com/2010/07/exclusive-google-cia/

http://www.thenation.com/article/how-spy-agency-contractors-have-already-abused-their-power/

https://www.west.com/safety-services/public-safety/powerdata/beware/

http://techcrunch.com/2016/04/13/burr-feinstein-encryption-bill-is-officially-here-in-all-its-scary-glory/

http://www.feinstein.senate.gov/public/index.cfm/press-releases?ID=EA927EA1-E098-4E62-8E61-DF55CBAC1649

https://www.washingtonpost.com/local/public-safety/the-new-way-police-are-surveilling-you-calculating-your-threat-score/2016/01/10/e42bccac-8e15-11e5-baf4-bdf37355da0c_story.html

http://www.theblaze.com/contributions/saint-or-sinner-government-eyes-are-watching-every-move-you-make/

https://theintercept.com/2016/04/14/in-undisclosed-cia-investments-social-media-mining-looms-large/

https://www.documentcloud.org/documents/2803266-Iqtdoc.html

https://buy.thetrackr.co/br/07/?

http://www.salon.com/2008/07/23/new_churchcomm/

http://www.pewinternet.org/2015/10/08/social-networking-usage-2005-2015/

http://www.amazon.com/Battlefield-America-War-American-People/dp/1590793099

http://www.startribune.com/bca-agreed-to-fbi-terms-on-secret-cellphone-tracking/284945781/

https://www.washingtonpost.com/news/volokh-conspiracy/wp/2014/12/30/judge-gorsuch-on-arrrest-warrants-and-doppler-radar-devices/

http://www.washingtonexaminer.com/how-many-times-have-the-cops-photographed-your-license-plate/article/2547247

http://www.theguardian.com/world/2015/feb/05/aclu-dea-documents-spy-program-millions-drivers-passengers

http://www.huffingtonpost.com/2014/04/03/government-surveillance_n_5084623.html

http://www.dailymail.co.uk/sciencetech/article-2154861/U-S-surveillance-cameras-use-eyes-pre-crimes-detecting-suspicious-behaviour-alerting-guards.html

http://www.popsci.com/technology/article/2012-06/fingerprint-scanner-captures-prints-20-feet-away

http://www.wsj.com/articles/SB10001424127887323997004578641993388259674

https://prod01-cdn07.cdn.firstlook.org/wp-uploads/sites/1/2016/04/pathar-1000×545.jpg